Alunas da primeira Escola de Eletricistas para mulheres se formam em Mogi

edp news

Alunas da primeira Escola de Eletricistas para mulheres se formam em Mogi

segunda-feira 22, Outubro 2018

Estudantes receberam hoje certificado do curso de formação em eletricista de rede, exclusivo para o público feminino; Foram mais de 550 inscritas no processo seletivo

Estudantes receberam hoje certificado do curso de formação em eletricista de rede, exclusivo para o público feminino; Foram mais de 550 inscritas no processo seletivo

As alunas da primeira Escola do setor elétrico brasileiro para formar eletricistas mulheres recebem hoje, 19, o certificado de conclusão do curso. A iniciativa é uma parceria da EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico no País, com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). A cerimônia foi realizada na sede da EDP em Mogi das Cruzes, com a presença de representantes da empresa e do Senai.

O processo seletivo para a Escola recebeu mais de 550 inscrições de interessadas em aprender o novo ofício. Do total, 16 alunas foram selecionadas para o curso de formação profissional, que foi realizado entre julho e outubro deste ano.

O programa gratuito teve como foco a qualificação e a capacitação de eletricistas para atuarem nas distribuidoras de energia. Ao final do curso, as estudantes receberam certificado chancelado pelo SENAI e permanecerão no banco de talentos da EDP, podendo participar futuramente de processos seletivos para vagas efetivas.

O formato do curso exclusivo para mulher é pioneiro no setor elétrico e faz parte do compromisso do Grupo EDP com o desenvolvimento de ações para promover a igualdade de oportunidades entre gêneros. Em 2017, a EDP endossou os Princípios de Empoderamento das Mulheres, criados pela ONU, e aderiu ao esforço global em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que colocam a Igualdade de Gênero como uma das grandes metas globais a serem atingidas até 2020.

Sobre a EDP

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui 15 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3